A marcha da esquerda-direita – pelo jornalista João Cerino

"O Brasil não precisa de direita nem de esquerda e muito menos de golpe militar. ".

0
134

Gostaria de me intrometer, não antes de dizer que sou neutro. Nessa parafernália toda, cada um defende seu lado. E tem esse direito. Por isso, quando os militares treinam para marchar, dizem: esquerda-direita, esquerda-direita. Nunca defendi regime militar e vivi boa parte da minha vida sob ele. Não recomendo. Já fui filiado ao PMDB, ao PSDB quando o PSDB era mais PT do que o próprio PT.

Passei pelo PV e hoje não acredito em nenhum. Não acho absurdo condenarem o Lula pois alguma coisa ele deve ter feito, nunca apoiei o que chamam de golpe, não voto no Bolsonaro e sou contra injustiças. Acredito em discos voadores e não no Michel Temer. Creio que o discurso de direita é podre e o da esquerda somente se repete, está mais que batido. Quando é que vamos deixar de ser ‘apaixonados’ por um lado ou outro e enxergar que tanto direita quanto esquerda só imbecilizaram o Brasil para ter o poder?

Está começando a aparecer. É a ponta do iceberg. O Brasil não precisa de direita nem de esquerda e muito menos de golpe militar. Precisa de inteligências para começar a forjar pessoas que defendam seus direitos e não o direito de quem lhes pede o voto para nada dar em troca.

João Cerino é jornalista e inconformado com as discussões inúteis que não levam a nenhuma solução.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here