A incerteza deve marcar o ano de 2018 no cenário político/administrativo de Frutal. Se tudo ocorrer como 2017, o ano tem todos os predicados para terminar ainda pior do que encerrou.

O cenário que visualizamos hoje está 100% indefinido. A administração coordenada por Maria Cecília tem se tornado, como mostrou o ano passado, desastroso. Os professores da rede municipal de ensino se consideram traídos pela promessa de reajuste salarial que não veio como “combinado”.

Isso, sem contar a total falta de investimentos na cidade. Nem mesmo as praças têm sido bem cuidadas, e sofrem com o descaso.

A saúde tem se consolidado de forma negativa em toda a região. As reclamações e insatisfações  se tornou uma “infecção generalizada”, deixando-a em estado quase terminal.

As pessoas hoje tem medo de adoecerem, pois não podem contar com postos de saúde e hospital minimamente capaz, já que a sensação popular é que, com o atual sistema, “nada é tão ruim que não possa piorar”.

O Hospital Frei Gabriel é hoje o maior gargalo da cidade. Consome milhões de reais todos os anos, e nem assim consegue dar um mínimo de dignidade às pessoas que dele dependem. A gestão hospitalar atual – a cargo do IBARAPP – tem se colocado apenas como uma empresa que pensa tão somente em economizar, às custas de um atendimento que beira o ridículo.

Mas, obviamente, não é nada fácil para uma prefeita que tem mais pensado em como se defender na justiça do que na cidade e seus milhares de problemas. Certamente não tem sobrado muito tempo.

Frutal beira 60 mil habitantes, mas sua gestão trabalha para uma cidade de 10 mil codadãos. Tapinhas nas costas e ‘chauzinhos ´ pelas ruas não dá emprego para ninguém; não paga a conta no final do mês do pai e mãe de família; não enche a barriga do filho que, às vezes, até chora de fome. Isso não resolve!

Chegou a hora de largar esse populismo mesquinho e fisiológico e pensar mais no presente e no futuro da cidade e em seus filhos, sedentos pelo avanço necessário prometido e que nunca chega!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here