Coluna do Alô Frutal – Os bastidores

0
307

Os efeitos da “terceirização” dos serviços do Hospital Frei Gabriel ao IBRAPP ainda não surtiu os efeitos esperados pela atual administração. Pelo contrário; os problemas parecem que brotam como tiririca no quintal!

As reclamações são aos montes e vão da falta de medicação básica ao atendimento médico.

Caminhão de dinheiro

O IBRAPP recebe mensalmente mais de R$ 1 milhão para administrar o setor. Agora, ao findar do ano, a prefeita Ciça enviou projeto para tramitar em “regime de urgência” que garante mais um “caminhão de dinheiro” para a referida empresa.

Na Câmara

Graças à ação rápida dos vereadores Edivalder Fernandes e Bruno Augusto, tal projeto, que deve garantir R$ 1.833.849,99  ao instituto, será melhor analisado.

 

Enquanto isso…

A Câmara de Frutal anunciou que vai devolver aos cofres do Município R$ 216 mil nesse mês de dezembro. A ação atende a um pedido do Executivo que pretender investir o dinheiro em pavimentação asfaltica no bairro Jardim Brasil. 

Graças à pressão

Foi através de muita pressão popular que a prefeita Ciça resolveu, depois de mais de uma década, começar a resolver os problemas enfrentados pelos moradores que sofrem com a situação.

Falando em Câmara…

A atuação da vereadora Ana Claudia (irmã de Ciça) tem desagradado “gregos e troianos”. Um importante apoiador da gestão atual, um daqueles mais centrados,  manifestou à coluna descontentamento com a forma com que Ana Claudia tem atuado. Segundo essa fonte, suas tentativas “estabanadas” de defesa da gestão municipal tem levado ao descrédito popular.

Orçamento 2018

A Prefeitura de Frutal enviou Projeto de Lei que estima receita e despesas para o ano que vem aos vereadores. O projeto prevê que a Prefeitura de Frutal terá mais de R$ 145 milhões para investir.

Destaque

Dentro desse orçamento, a gestão comandada por Ciça, prevê o gabinete da prefeita terá a bagatela de R$ 1.030.000,00 para gastar, sabe se lá em que!

Repercussão negativa

Repercutiu de forma negativa ter tanto dinheiro disponível para gastar apenas com o funcionamento do gabinete da Prefeitura.

Esse montante é maior que o previsto para  Defesa Nacional, Previdência Social, saneamento, desporto e lazer e reserva de contingência. É quase o mesmo valor previsto para ser investido na zona rural.

Para se ter uma ideia, o gasto com gabinete é muito superior ao orçado para ser investido no Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescentes previsto em apenas R$ 60.000,00.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here