Na manhã desta sexta-feira (9) o NAIL lançou o projeto pioneiro em Frutal onde uma geladeira servirá como biblioteca. O local escolhido para dar início à esse projeto foi o parque dos lagos Lêda Campos Borges. Lá, uma geladeira que foi doada pelo Sicoob e restaurada e customizada pelos recuperandos da APAC (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado), está recheada de boas histórias.

O projeto consiste na disponibilização de títulos variados para o público frequentador do lago. Um aviso pregado na geladeira pede para que o usuário devolva o livro após terminar a leitura. No cartaz também tem um para que as pessoas possam levar livros para serem disponibilizados na Geladeiroteca.

A coordenadora do NAIL, professora Ruth contou que a ideia surgiu diante da necessidade de aumentar o número de leitores em Frutal. “Queremos formar novos leitores e amantes da literatura, e o melhor para isso é quando se dá acesso irrestrito e gratuito às obras” destacou Ruth.

Para a secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Gabriela Ferreira de Mello Borges, a ação vem de encontro com o projeto de transformação cultural por meio da leitura. “Cultura e educação caminham sempre de mãos dadas. E queremos alimentar a alma da nossa cidade com muita leitura” acrescentou. Gabriela destacou ainda que precisará do apoio e do empenho de toda a comunidade para manter o projeto em funcionamento. “Além de ter consciência de que o livro precisa voltar para a Geladeiroteca, o leitor também precisa ajudar a conservar os títulos, bem como a nossa geladeira que dá suporte a esse projeto” alertou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here