Editorial | Palavras…só palavras

0
340

Enquanto a Promoção Humana está aguardando o gênio da lâmpada para que surja a ideia maravilhosa, a Polícia Militar está cada vez mais ocupada com os moradores de rua que estão plantados na Praça da Matriz. E diga-se de passagem, até agora apenas a PM está cumprindo o seu trabalho conforme foi anunciado por seu representante na reunião que recentemente se realizou para solucionar a questão. Com a agressividade dos moradores, tanto entre si como em relação a quem passa pelo logradouro público tem proporcionado cenas desagradáveis e até violentas.

Como sempre, ao CREAS e à Promoção Humana apenas cabe a competência de fazer reuniões que acabam por se converter na mesmice de sempre: nada se resolve e o problema se avoluma a cada dia que passa. E isso no bom português se chama “empurrar com a barriga”.

A situação na Praça da Matriz está convergindo para uma gravidade cada vez maior enquanto a Promoção Humana se limita em pedir a colaboração de entidades filantrópicas e faz definições didáticas sobre o que poderia ser uma solução e fica por isso mesmo. Aliás, o forte da Prefeitura  não é o social e basta verificar o que está sendo feito com o repasse das entidades sociais de Frutal.

Não adiantam soluções didáticas e prosopopeias inúteis. E nem adianta que se deixe todas as soluções para a Polícia Militar. Torna-se imperativo que tanto CREAS quanto Promoção Humana arregacem as mangas e trabalhem, sem aquela de repassar responsabilidade para instituições sociais sejam elas quais forem. A responsabilidade em primeiro lugar é da administração municipal e dos seus órgãos na maioria das vezes inoperantes.

O que a Promoção Humana e tanto a Prefeitura fazem bem, é delegar responsabilidades dela para a sociedade frutalense. O problema dos moradores de rua, de andarilhos, não é de hoje e já poderia estar resolvido se houvesse mais interesse por parte daquela que leva o pomposo nome de “promoção humana”, que se especializou em palavras…só palavras …

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here