É incrível o poder que Prefeitura de Frutal tem de tentar ludibriar o cidadão frutalense com baboseiras que se transformam em desculpas esfarrapadas.

Ano após ano as desculpas para não se fazer uma obra é a chuva. Ninguém acredita mais nisso! É impossível, também, crer que a prefeita Maria Cecília acha que esse tipo de ladainha ainda cola. São três mandatos que a mesma conversa se repete.

Noutra semana, uma matéria institucional de autoria do Departamento de Comunicação, foi divulgada com o intuito claro de tentar, mais uma vez, ludibriar a opinião pública fazendo crer que a chuva – de novo – é a culpada pela ineficiência da Secretaria de Obras – que é comandada exatamente pelo vice-prefeito Toninho Heitor.

A matéria tem o segundo título: “Operação tapa-buraco em período de chuvas seria desperdício de dinheiro público”. Em partes, essa afirmação até que procederia, se não houvesse outras estações do ano, como por exemplo, a época da seca que durou quase todo o ano.

Os buracos que hoje a Prefeitura de Frutal se nega a tapar com essa desculpa arcaica  são quase os mesmo que meses atrás. As fotos “pipocam” na internet de pessoas indignadas com o descaso. O Facebook faz questão de nos lembrar que há buracos em determinadas ruas que fazem aniversário.

O engenheiro civil da secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano Leandro Gomes dos Santos disse a seguinte frase:“No ano passado as atividades de manutenção do asfalto foram desenvolvidas durante o ano inteiro, mas com a chegada das chuvas, temos o agravamento desse problema”.

Ora, se esse trabalho foi feito durante todo o ano, não seria possível que as ruas da cidade inteira estivesse nessa situação deplorável. De duas, uma: ou o serviço foi muito mal feito, ou o material é de quinta categoria.

Seria plausível, então, a gestora municipal começar a fiscalizar esses serviços, e nesse caso, saber o que fez com essas obras durassem tão pouco tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here