Prefeito se reúne com direção nacional da CEF

Encontro em Brasília tratou de diversas demandas do município de Frutal

Por João Cerino em 07/07/2021 às 12:00:00

O prefeito Bruno Augusto de Jesus Ferreira, acompanhado pelo vice-prefeito Jerry da Silva, e pelo deputado federal Franco Cartafina, bem como do secretário municipal de obras Leandro Carvalho, foi até a sede nacional da Caixa Econômica Federal em Brasília, onde se reuniu com a os diretores de diversos setores da instituição. Entre os assuntos debatidos durante o encontro, foi apresentada a necessidade da instalação de novas agências lotéricas em diversos bairros do município e, inclusive foi solicitada que haja a abertura de licitação para a contratação de uma casa lotérica em Aparecida de Minas.

Além disso, o prefeito e o vice-prefeito destacaram que seria de suma importância promover a ampliação da agência da Caixa Econômica Federal que funciona no centro da cidade e ainda a construção de uma nova unidade do banco, que ajudaria a melhorar o atendimento disponibilizado à população frutalense. "Infelizmente, hoje a Caixa não dispõe de estrutura física e nem de material humano para oferecer um bom atendimento à nossa comunidade e, por isso mostramos a necessidade de uma ampla reforma na agência atual e ainda a construção de uma nova unidade".

Durante a reunião, a direção da empresa informou que Frutal receberá em breve uma agência da Caixa especializada e voltada exclusivamente para o agronegócio, que é um dos pilares da economia frutalense. O prefeito Bruno Augusto também buscou a liberação de um financiamento que seria utilizado para melhorar a infraestrutura urbana do município.


CASAS


A principal demanda apresentada pelo prefeito Bruno Augusto nesta reunião foi para que a Caixa desenvolva ações concretas para que os imóveis do Programa "Minha Casa, Minha Vida" que estão abandonados ou foram vendidos ou alugados de forma irregular sejam retomados pela empresa. "No município de Frutal existem residências abandonadas ou em situação irregular. O objetivo da Prefeitura de Frutal é organizar essas demandas e destinar as residências para quem realmente necessita. Por esse motivo, viemos diretamente na direção nacional da Caixa Econômica Federal para buscar uma solução definitiva".

A Prefeitura de Frutal se prontificou a fazer um minucioso levantamento de quantos imóveis do programa habitacional do Governo Federal estão em situação irregular no município para que então a Caixa Econômica efetue o processo de retomada dessas residências. "A Prefeitura ainda vai iniciar esse levantamento, mas quero deixar claro que quem irá ficar responsável por regularizar essa situação é a Caixa Econômica e não a Secretaria Municipal de Assistência Social".

Para o prefeito Bruno Augusto, o grande número de casas irregulares mostra que a seleção das pessoas que foram beneficiadas pelos programas habitacionais na cidade não foi feita com a lisura necessária e nem de maneira criteriosa. "Sempre ouvimos falar de casos em que as casas foram distribuídas indevidamente para pessoas que não necessitavam de verdade desses imóveis e o resultado é esse, Dezenas de imóveis abandonados ou que foram vendidos e alugados de forma totalmente irregular, enquanto aqueles que realmente precisam não tem onde morar".

Fonte: Secom Frutal-MG

Comunicar erro