Operação Integrada Hóplon fiscaliza empresas que trabalham com produtos controlados pelo Exército

Um balanço preliminar apontou a fiscalização de 87 empresas em diversas cidades do estado, com oito autuações até o momento

Por João Cerino em 31/07/2021 às 16:30:00

Imagem - Dirceu Aurélio / Sejusp

Na sexta-feira, 30 de julho, o Exército Brasileiro, por meio das organizações militares que compõem o Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados-SFPC da Quarta Região Militar, finalizou a operação Hóplon, que, desde a segunda-feira, 26, intensificou as atividades de fiscalização das empresas que trabalham com produtos controlados, desempenhando atividades com explosivos e produtos correlatos, contribuindo assim para o incremento da segurança e do bem-estar dos mineiros.

Participam da operação capitaneada pelo Exército Brasileiro, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública-Sejusp, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Receita Estadual. Foram fiscalizadas 87 empresas, com oito autuações e uma apreensão, empregando um efetivo de 110 profissionais das instituições integradas participantes. Das 87 empresas fiscalizadas, 70 exercem atividades com explosivos, como fabricação, comércio e utilização; nove exercem atividades de blindagem, envolvendo o comércio, locação e aplicação e oito são comerciantes de armas de fogo e munições.

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, por meio da Subsecretaria de Inteligência e Atuação Integrada, propôs a realização do plano de atuação integrada, unindo as forças de segurança pública estaduais, juntamente com o Exército Brasileiro, para realizar uma grande operação de fiscalização de âmbito nacional, visando coibir o comércio e armazenamento ilegal de armas, munições e explosivos.

Fonte: Agência Minas

Comunicar erro