Farol

Avanço vai estender vacinação a adolescentes

Secretário de Saúde destacou que Minas Gerais avança na aplicação das doses e início da vacinação em adolescentes

Por João Cerino em 28/08/2021 às 07:00:00

Ao informar sobre a aplicação da dose de reforço contra a Covid-19 para setembro, que será destinada a idosos, o secretário estadual de Saúde, médico Fábio Baccheretti, também destacou que Minas Gerais falou sobre o avanço da aplicação das doses no estado e anunciou o início da vacinação em adolescentes. Até o momento, Minas Gerais já recebeu mais de 22,8 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 do Ministério da Saúde e, deste total, 20.893.175 de doses já foram enviadas aos municípios mineiros.

Ele assinalou que, com a chegada das novas doses e a quantidade prevista por parte do Ministério da Saúde, o estado vai seguir uma tendência de grande aceleração e, nesse ritmo, será possível iniciar, ainda em setembro, a aplicação da primeira dose em faixa etária mais jovem. "Nós temos a expectativa de concluirmos a imunização, com a primeira dose, das pessoas acima de 18 anos e iniciarmos a vacinação dos adolescentes, com e sem comorbidades, consecutivamente", disse.

Este último público soma mais de 1,7 milhões pessoas, que receberão as doses da Pfizer, imunizante que é indicado até o momento, para aplicação na faixa etária entre 12 e 17 anos.

Até o momento, 35 municípios mineiros já oficializaram a conclusão da aplicação da primeira dose em 100% da população acima de 18 anos ou mais. São eles Abadia dos Dourados, Aimorés, Arapua, Berilo, Cachoeira Dourada, Chapada do Norte, Confins, Córrego Danta, Couto de Magalhães de Minas, Cristais, Divino das Laranjeiras, Dom Viçoso, Dores de Campos, Estrela do Indaiá, Fernandes Tourinho, Francisco Badaró, Grupiara, Itamarati de Minas, Jenipapo de Minas, Laranjal, Materlândia, Matutina, Natercia, Oliveira Fortes, Pains, Pedra do Indaiá, Pequeri, Presidente Kubistchek, Rio Doce, Santo Antônio do Monte, São Geraldo, São João das Missões, Serra da Saudade, Virgem da Lapa e Virgolândia.

Baccheretti ainda destacou os 96 pontos que o estado atingiu no índice de transparência da Covid-19, ranking feito pela Open Knowledge Brasil. "Somos o segundo estado mais transparente em relação aos valores gastos e no enfrentamento à Covid-19. Estamos dependendo de alguns dados referentes a vacinação por bairro, informações de domínio dos municípios, para alcançarmos os 100 pontos", concluiu.


Fonte: Agência Minas

Comunicar erro
Revista Atual