Farol

Incêndios também castigam o estado vizinho

Um grande incêndio atingiu canaviais próximos a Colômbia e trouxe muitos transtornos um dia após ter atingido a região de Planura e Pirajuba

Por João Cerino em 10/09/2021 às 16:58:16

Foto - Maria Inácia - matéria do Portal NC

Depois de um incêndio que atingiu os municípios de Pirajuba, Planura e parte do território de Frutal, trazendo prejuízos materiais e morte de animais, uma nova queimada de grandes proporções queimou canaviais das usinas Raizen e Tereos, no quilômetro 461 da Rodovia Brigadeiro Faria Lima, próximo a Colômbia. O fogo começou por volta das 11h30 da manhã de quinta-feira, 9 e, segundo a bióloga Maria Inácia Macedo Freitas, coordenadora da Defesa Civil de Colômbia, a queima começou nas margens da rodovia, um local com árvores secas e biomassa, de responsabilidade do governo paulista.

As equipes de brigadistas, com caminhões-pipa das usinas e produtores rurais foram acionadas para combater o incêndio. "Quando os caminhões chegaram, não deu tempo, o fogo já havia se alastrado pelas fazendas. Já queimou mais de cinco mil hectares entre área de agricultura de milho, pastagem, cana colhida, cana para colher e mata, fora as áreas de preservação permanente do Rio Velho. Com certeza, deverá atingir a área de preservação permanente dos rios Pardo e Grande," disse a bióloga.

Segundo ela, mais de 25 caminhões-pipa trabalharam no combate às chamas e a usina parou frentes de trabalho para conter os focos do fogo, que se espalhou rapidamente. "A umidade relativa do ar está muito baixa e o tempo muito seco. Faz mais de quatro meses que não chove e as árvores nas margens da rodovia, de responsabilidade do estado, estão secas. Não adianta os produtores cuidarem das propriedades se o estado não faz a manutenção d a faixa de extensão de seu domínio, com vegetação de alta taxa de combustão. Quando isso pega fogo, não tem como controlar. Queimou tudo. É uma perda grande para o Meio Ambiente e para o produtor rural," explicou.

Dias antes, na tarde de sábado, 4 de setembro, um incêndio em canavial atingiu um caminhão e um trator da usina em Colômbia, além dos reboques dos veículos. As chamas consumiram uma grande área de canavial e as equipes com caminhões pipas da usina que atuaram no combate ao incêndio não conseguiram evitar que os veículos fossem totalmente danificados pelo fogo. Um dia antes, na sexta-feira, 3, o fogo em vegetação às margens da Rodovia Faria Lima, queimou um veículo no quilômetro 438, entre Colômbia e Barretos, provocando interdição no trânsito.


Fonte: Com informações de Portal NC

Comunicar erro
Revista Atual