Farol

Polícia Federal em combate ao tráfico de pessoas

Operação policial "Terra Firme" cumpriu dois mandados de busca e apreensão nas cidades mineiras de Governador Valadares e Conselheiro Pena

Por João Cerino em 15/09/2021 às 10:50:22

Governador Valadares-MG - A Polícia Federal deflagrou na manhã deste dia 14 de setembro, a Operação Policial denominada "Terra Firme", que visa reprimir a promoção da saída ilegal de brasileiros para os Estados Unidos. Equipes da PF cumpriram dois mandados de busca e apreensão nas cidades mineiras de Governador Valadares e Conselheiro Pena, conforme expedição da Justiça Federal valadarense.

As investigações, que integram o acordo de cooperação policial internacional contra o tráfico de pessoas, tiveram início em 2021, após a abordagem de um veículo que transportava diversos documentos referentes à atividade criminosa em andamento e ao envolvimento de diversas pessoas na promoção de migração ilegal.

Apurou-se que os investigados, ao promoverem a migração ilícita, recebiam valores das vítimas e aceitavam como garantia de pagamento notas promissórias, veículos e até eletrodomésticos. Durante as buscas foram encontrados e apreendidos aparelhos celulares, veículos e bens ofertados pelas vítimas aos contrabandistas em pagamento pela promessa de entrar território estrangeiro sem passar pela imigração regular.

O grupo é investigado pela prática dos crimes previstos nos artigos 232-A e 288, ambos do Código Penal. Se condenados, os envolvidos podem cumprir pena de até 11 anos de reclusão, com possibilidade de aumento a depender da quantidade de crimes imputados a cada um.

MANDADO

A Força-Tarefa de Segurança Pública de Governador Valadares, coordenada pela Polícia Federal, em conjunto com a Força-Tarefa Susp de Combate ao Crime Organizado do Ceará, prendeu um homem de 31 anos na segunda-feira, 13 de setembro, na cidade de Governador Valadares.

Suspeito pela prática dos crimes de roubo qualificado e associação para o tráfico e de pertencer a uma organização criminosa, o preso foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal para os procedimentos de praxe e, em seguida, para a cadeia pública de Governador Valadares.

Comunicar erro
Revista Atual