Farol

Cegueira espiritual: um atraso para a humanidade

"Você percebe o pecado de todos, menos o seu".

Por Taísa Caires em 27/02/2021 às 15:04:37

Os cinco sentidos são responsáveis pela nossa capacidade de interpretar o ambiente e captar estímulos à nossa volta. Sem eles, não seríamos capazes de interagir com o meio e evitar situações de perigo. De todos os sentidos, o da visão é o mais precioso. O cego encontra-se na escuridão e não enxerga nada, por mais brilhante que seja o Sol.

Porém, há um outro tipo de cegueira que é pior do que a física. Nós a chamamos de cegueira espiritual, que consiste na incapacidade de enxergar o mundo sem ilusões. O ser humano espiritualmente cego não tem consciência dessa cegueira. Ele acha que seus pensamentos e comportamentos estão sempre certos. O homem fisicamente cego sente-se feliz em ter um guia, mas o cego espiritual recusa um guia, porque se acha autossuficiente. É arrogante. Percebe os erros de todos, menos os seus.

Para sair dessa cegueira espiritual é necessário expandir os limites pessoais, sair de si, abrir o coração e reconhecer de que sozinho não será capaz de descobrir o verdadeiro sentido da vida. Quer sair dessa cegueira? Reconheça suas fraquezas. Você não é dono da verdade. Você não manda no mundo. Abra seu coração a Deus. Assim a sabedoria será revelada.

O livro "O Refúgio de Laila", de Guaraci de Lima Silveira, cita que, quando chega o momento do despertar, tudo terá de ser reajustado, doa a quem doer ou felicite com a paz a quem de direito. Nascemos pela perfeição e para a perfeição. É a lei. "Conhecerão a verdade, e a verdade vos libertará". (João 8:32)

Fonte: Pesquisas e análise independente de livros e publicações da Internet

Comunicar erro
Revista Atual