Ladrões agiram mais no dia 18

A Polícia Militar atendeu a diversos registros de furtos, desde invasões de residências e empresas a furto de veículos, com casos na cidade e na zona rural

Por João Cerino em 21/12/2021 às 16:32:56

O dia 18 de dezembro último foi um dia atípico, ou seja, um pouco fora do normal, em que a Polícia Militar fez diversos registros de furtos, desde invasões de residências e empresas a furto de veículos, com casos na cidade e na zona rural. Por volta das 7h04, policiais estiveram na Rua Mário José da Silva, no Bairro Jardim das Esmeraldas, onde a vítima, de 45 anos, disse ter chegado em casa e encontrado o portão e a porta de sua casa abertos. Ao entrar em sua residência, viu que a janela de blindex da sala da casa estava arrombada e por lá alguém entrou na casa, furtando uma TV marca LG de 32 polegadas, uma máquina fotográfica Canon, um notebook Itautec de cor prata, bebidas e alimentos que estavam na geladeira da casa.

Em seguida, por volta das 7h46, a Sala de Operações designou policiais para atender a três estabelecimentos comerciais que foram invadidos. Uma vítima de 41 anos disse que, ao chegar para o trabalho, notou a falta de um botijão de gás da marca Copagás, cor prata, que estava cheio e sobre um caminhão. O local não tinha sinal de arrombamento, possui sistema de monitoramento por câmeras de segurança e a vítima acredita que o autor deva ter escalado o muro, sendo esse o terceiro botijão furtado na semana, mas a primeira vez que deu queixa.

Outra vítima, com 29 anos, notou que o portão que dá acesso ao escritório havia sido arrombado, bem como o telhado teria sido quebrado em três locais, sendo uma parte de gesso e duas de forro e, ao realizar a conferência, notou o furto de aproximadamente R$70,00 que estavam no caixa, uma sacola contendo 25 peças de calças e bermudas jeans que estavam no "condicional" e uma cachaça da marca Cabaré. O proprietário diz que o local tem sistema de câmeras e seguro privado.

Já a vítima de 49 anos disse que, ao abrir o comércio, viu que seu telhado de material galvanizado foi quebrado em um ponto, com o furto de aproximadamente cinco mil reais que estava dentro de um cofre, que foi arrombado. O local também possui sistema de monitoramento de câmeras e sensores de alarme.

Nos locais, a PM notou que os autores usaram um modus operandi semelhante, já que os estabelecimentos são vizinhos e todas as vítimas chamaram a Polícia Militar no mesmo horário. A perícia técnica foi acionada e iria posteriormente. As viaturas do turno e o escalão superior foram informados, desenvolvendo rastreamento para tentar localizar os autores e fazer a recuperação dos materiais.

Na Rua Joaquim Nabuco, Bairro Quinze de Novembro, a vítima de 86 anos disse que, pela manhã, viu que alguém havia furtado a fiação elétrica que estava instalada no padrão de energia de sua residência. Às 13h34, a Polícia Militar foi à MG-255, na zona rural, onde a vítima de 38 anos, deu queixa de que, no rancho de sua propriedade, na Prainha, pessoa desconhecida furtou uma antena de recepção de sinal de Internet instalada no local, levando também algumas lâmpadas.

Por volta das 15h04, a Polícia Militar cumpriu mandado de prisão preventiva 1.148.252, com data de emissão 09/11/2021, a vencer em 05/11/2025, expedido pelo juiz de direito Thales Cazonato Correa.

Na Rua Inconfidentes, Bairro Alto Boa Vista, a vítima de 72 anos de idade se queixou que chegou na Praça do DER, por volta das 13h30 e ao sair, por volta das 16h27 não viu mais seu VW Gol de placas BNF-2173 do município de Frutal.

Já na Rua José Benedito Dos Reis, Bairro Vila Esperança, por volta das 18h11, a solicitante de 36 anos disse ter chegado à casa de seu pai e percebeu que pessoas não identificadas teriam levado uma bateria veicular, cinquenta metros de fio de cobre armazenados no canto da sala e aproximadamente trinta metros de fio de cobre que estavam nos fundos da casa. A solicitante disse que nas proximidades acontece tráfico de drogas e outras substâncias, com a rua sendo usada por usuários de drogas que já realizaram furtos na mesma residência.

Fonte: Assessoria de Comunicação Organizacional - 4ª Cia Ind.

Comunicar erro