Motociclista morre após ser ferido por linha com cerol

Segundo testemunhas, o motociclista perdeu muito sangue, foi levado para o hospital em estado grave e não resistiu

Por João Cerino em 13/01/2022 às 13:13:36

Charles Carvalho foi vítima de linha com cerol

Um motociclista de 36 anos, que ficou gravemente ferido em Barretos ao ser atingido por uma linha de cerol no domingo, dia 9, não resistiu e faleceu. De acordo com testemunhas, Charles Henrique de Carvalho seguia com sua motocicleta pela Avenida dos Coqueiros quando uma linha de cerol atingiu o seu pescoço, causando o ferimento e a queda do veículo. Pessoas que estavam no local disseram que a vítima perdeu muito sangue antes de ser levada para um hospital em estado grave.

O uso do cerol para empinar pipas é crime desde 2009 no estado de São Paulo, por meio da lei que proíbe a fabricação e a comercialização do produto. A multa para quem comete esse tipo de infração pode variar entre R$1.300,00 até R$138.000,00.

Em Minas Gerais, a Lei 23.515, de 20/12/2019, também veda a comercialização e o uso de linha cortante em pipas, papagaios e similares, podendo ser do tipo produzido industrialmente ou modificada pela adição de produtos como o cerol, que tem poder de corte. O infrator terá o material apreendido e fica sujeito a multa no valor de mil Unidades Fiscais do Estado.

A lei mineira prevê, em caso de reincidência na comercialização de linha cortante, que a multa seja aumentada em até cinquenta vezes e, caso o uso deste tipo de linha cause danos à pessoa ou ao patrimônio público, a multa será aplicada no limite máximo. O pagamento da multa não livra o infrator das responsabilidades civil e penal cabíveis e, quando a linha cortante estiver em poder de criança ou adolescente, seus pais ou responsáveis legais serão notificados da autuação e o caso comunicado ao Conselho Tutelar.

Fonte: Portal Thathi

Comunicar erro