PC inicia investigação sobre homicídio

A polícia agora busca provas mais consistentes da participação de dois suspeitos no crime

Por João Cerino em 03/05/2022 às 10:45:21

A Polícia Civil está iniciando a investigação sobre o caso de homicídio registrado na Vila Esperança por volta das 3h30 do domingo, em que foi vítima Gabriel Souza Marques de Oliveira, de 16 anos, conhecido como Docinho. A vítima foi baleada pelo menos seis vezes em frente à sua casa, na Rua Avelino Furtado de Mendonça. Dois homens que estavam em uma motocicleta atiraram contra o jovem, que foi socorrido ao Hospital Frei Gabriel, onde passou por atendimentos de urgência, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o delegado regional Fabrício Oliveira Altemar, um dos suspeitos foi preso em flagrante pela Polícia Militar no Bairro Princesa Isabel e a polícia está ouvindo testemunhas que indicam a identidade do segundo envolvido. Agora, segundo o delegado, é preciso produzir provas para dar sequência ao inquérito por meio da Delegacia de Crimes Contra a Vida, que estará a cargo do delegado da área, Murilo Antonini. "Ele agora deve realizar as diligencias e reunir todas as provas para confirmar a autoria desta pessoa que está presa, bem como daquela que está foragida."

O delegado informou também que é necessário determinar a motivação e apontou que existem indícios de uma desavença entre o autor e a vítima no passado, mas é preciso concluir esta etapa para saber qual foi o real motivo para cometer o crime. "Por enquanto, temos um autor preso em flagrante e um outro foragido, do qual precisamos confirmar a sua autoria. A Delegacia de Crimes contra a Vida passa a trabalhar neste sentido."


Fonte: Terceira Delegacia Regional de Polícia Civil

Comunicar erro