Ministério apresenta aplicativos para auxiliar estudantes

O Ministério da Educação (MEC) fez o pré-lançamento do aplicativo SouTec, que pretende estimular estudantes brasileiros a escolherem um curso técnico

Por João Cerino em 14/05/2022 às 11:12:38

O Ministério da Educação´-MEC fez o pré-lançamento do aplicativo SouTec, que pretende estimular estudantes brasileiros a escolherem um curso técnico de acordo com cada perfil de interesse. O anúncio foi feito na Feira Bett Brasil em São Paulo-SP, na quinta-feira, 12. A previsão de lançamento é para o primeiro semestre de 2022.

De acordo com informações da pasta, por meio da ferramenta, o estudante deverá responder questões que avaliam suas preferências relacionadas a atividades de trabalho. Quando terminar, terá acesso a um resumo e a um relatório completo explicando qual é o perfil vocacional. O foco são os quase 12 milhões de estudantes que estão nos anos finais do Ensino Fundamental, do do 6º ao 9º ano.

"Essa demanda surgiu da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica-Setec do Ministério da Educação, que identificou a necessidade de os alunos brasileiros conhecerem os cursos profissionalizantes oferecidos pela rede federal de ensino. A ferramenta também pode ser utilizada por profissionais que desejam se reposicionar na carreira profissional, contribuindo para estimular a aprendizagem ao longo da vida", divulgou o MEC.

No evento, foi apresentado outro aplicativo, Jornada do Estudante, que pretende unificar informações da trajetória dos estudantes. A ideia é que os eles possam consultar os seus registros educacionais e documentos pertinentes à sua trajetória, desde o primeiro ingresso em estabelecimento de ensino, público ou privado, até o nível superior e de especializações.

Segundo o MEC, o aplicativo servirá também como mecanismo de comunicação, de modo que os estudantes recebam as novidades do governo federal voltadas à educação. O lançamento deve ocorrer também neste primeiro semestre. Os aplicativos serão disponibilizados gratuitamente na loja do gov.br para as plataformas Android e IOS.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro