Cerca de 3,1 milhões não entregaram a declaração

A Receita espera receber 34,1 milhões de declarações e o prazo termina hoje

Por João Cerino em 31/05/2022 às 13:41:16

Foto - Marcelo Camargo - Agência Brasil

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física-IRPF 2022, referente ao ano-calendário 2021 termina nesta terça-feira, 31 de maio e, de acordo com a Receita Federal, até o momento, já foram entregues cerca de 30 milhões de declarações. Neste ano, a Receita espera receber 34,1 milhões de declarações. Devem declarar, basicamente, os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 e os que tinham posses somando mais de R$300.000,00 até o último dia de 2021, mas há outras condições em que o Imposto deve ser declarado.

Deve fazer a declaração o contribuinte que recebeu rendimentos isentos acima de R$ 40.000, quem escolheu pela isenção de imposto na venda de um imóvel residencial para comprar outro no prazo de 180 dias e o produtor rural que obteve receita bruta anual decorrente de atividade rural em valor superior ao do limite de R$142.798,50. Também estão sujeitos à declaração todos os que passaram a morar no Brasil em qualquer mês de 2021 e continuaram nessa condição até o último dia do ano passado, além de quem declarou em qualquer mês de 2021 um ganho de capital na venda de bens ou realizou operações na Bolsa de Valores.

De acordo com a Receita Federal, quem não cumprir o prazo estabelecido estará sujeito a pagamento de multa, com valor mínimo de R$165,74 e quem não cumprir o prazo determinado estará sujeito a pagamento de multa de 1% ao mês, sobre o valor do Imposto de Renda devido, limitado a 20% do valor do Imposto de Renda, segundo explica o presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Rondônia, José Claudio Ferreira Gomes. "É importante estar em dia com o Fisco para evitar problemas relacionados à pagamento de multa. E você também terá crédito liberado pelas instituições financeiras, caso exija uma comprovação de renda."

De acordo com José Claudio o contribuinte precisa ter o informe de rendimento do seu trabalho e, caso o valor desse informe ultrapassar R$28.559,70 o Imposto de Renda se torna obrigatório. Ele também precisa apresentar o informe de rendimento do banco e deixar claro se que comprou ou vendeu algum bem, como carro, casa ou terreno. O Imposto de Renda pode ser declarado acessando a página da Receita Federal, clicando em "Meu Imposto de Renda" e selecionando "Baixar o programa." Em seguida, o contribuinte escolhe a modalidade de dispositivo, se computador, dispositivo móvel ou certificado digital e segue as demais instruções apresentadas. Os contribuintes também têm a opção de fazer o preenchimento de forma on-line, na página 'Meu Imposto de Renda', com acesso pelo portal e-Cac.

Fonte: Fonte: Brasil 61

Comunicar erro