Emater atendeu mais produtores em 2021

A ampliação do convênio com a Prefeitura possibilitou mais assistência aos produtores

Por João Cerino em 16/06/2022 às 10:26:31

Além de disponibilizar assistência veterinária e agrícola gratuita para agricultores e pecuaristas pela Secretaria do Produtor Rural, a Prefeitura de Frutal também ampliou o convênio com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais-Emater. A entidade contava com um único engenheiro agrônomo para atender toda a zona rural, mas desde o ano passado, a instituição dispõe de dois profissionais, responsáveis por prestar assistência técnica especializada para centenas de pequenos produtores rurais frutalenses. Em 2021, mesmo durante a pandemia, os profissionais da entidade visitaram 344 pequenos produtores rurais.

Além disso, a entidade ajudou a injetar mais de três milhões e 400 mil reais na economia local, montante oriundo de crédito rural proveniente do Programa Nacional da Agricultura, o Pronaf. "Sabemos que esse dinheiro ajudou a gerar receita, renda e emprego para cidade porque, diferentemente, dos grandes produtores que compram insumos em enorme escala e em grandes centros, o pequeno produtor costuma comprar dos comerciantes locais e isso faz com que o dinheiro circule na cidade em um ciclo virtuoso", destaca Luis Guilherme Brunhara Postali, um dos engenheiros da Emater em Frutal.

Os dados com o número de atendimentos realizados pela entidade ao longo de todo o ano passado em nosso município e as receitas geradas pelo Pronaf em Frutal estão contidos em um relatório anual de atividades apresentado pelos funcionários da Emater ao prefeito Bruno Augusto. Além disso, o relatório mostra que, para cada real investido pela Prefeitura na Emater, a entidade retornou 21 reais para o município. "Graças ao ICMS solidário conseguimos arrecadar 471 mil reais para a cidade, ou seja, mais do que o dobro do que o município investe para manter um escritório da Emater em Frutal", garante o engenheiro agrônomo da entidade.

Além de falar sobre as ações realizadas em 2021, os profissionais da Emater apresentaram um plano de trabalho para esse ano que, ao que parece, vai ser bastante difícil para o pequeno produtor. "O pós-pandemia está difícil para todo mundo e para o pequeno produtor não é diferente, ele está tendo de enfrentar a inflação galopante, as altas dos juros e ainda o encarecimento de insumos básicos. Mas iremos continuar trabalhando para que o pequeno agricultor e pecuarista consigam baratear seus custos e produzir sem agredir o meio ambiente, levando ao consumidor final um alimento de qualidade e com preço acessível".

O prefeito Bruno Augusto fez questão de ressaltar a importância do pequeno produtor rural para o município e disse que irá continuar atuando para defender e ajudar essa classe que ficou esquecida durante décadas. "Quando eu digo que o nosso trabalho na zona rural vai muito além de manutenção de estradas e mata-burros é disso que estou falando. Estamos investindo em conhecimento, em informação e em assistência técnica personalizada, gerando assim mais receita e dignidade para os agricultores e pecuaristas familiares", finalizou Bruno.

Fonte: Secom - Frutal - MG

Comunicar erro