Farol

PMRv retém carregamentos de maconha e cigarros

Os policiais chegaram aos cigarros e à maconha depois de fazer a prisão de um suspeito na MG-733

Por Redator em 17/05/2019 às 10:46:11

PMRv retém carregamentos de maconha e cigarros

Policiais militares rodoviários atuando na região de Frutal apreenderam na quarta-feira, 15, uma grande quantidade de drogas e cigarros contrabandeados. Segundo a PMR, foram apreendidos 1.666 tabletes de maconha, com peso total de 1.180 quilos que estavam escondidos sob o fundo falso da gaiola de um caminhão e 950 caixas de cigarros com 20 pacotes de 10 maços cada que estavam acondicionadas nos dois reboques de uma carreta.

Os policiais chegaram aos cigarros e à maconha depois de fazer a pris√£o de um suspeito na MG-733, que foi abordado no quil√īmetro 2, próximo ao Aeroporto de Frutal. O motorista José Ant√īnio Silveira, de 59 anos, foi apontado como batedor de pelo menos um dos ve√≠culos. Ele dirigia um Ford Fiesta, com placa de Campo Grande-MS e monitorava eventuais opera√ß√Ķes policiais. As apreens√Ķes foram feitas pela manh√£ durante a Opera√ß√£o "Maio Amarelo", que é realizada em rodovias da regi√£o desde o come√ßo do m√™s.

O material apreendido estava sendo transportado em uma carreta bi-trem e num caminhão boiadeiro com fundo falso. Os cigarros foram localizados no interior do reboque e semirreboque de um caminhão Scania de cor branca, de placa AWS-1588, de Palotina-PR, que era conduzida por Gilberto Martins da Costa, de 42 anos, preso em flagrante. A droga vinha em um caminhão Mercedes Benz 1113, vermelho, de placa HQR-7782, de Bataguaçu-MS, cujo condutor não foi encontrado. A polícia suspeita que ele tenha fugido assim que percebeu a chegada dos policiais.

Conforme o tenente Arlindo Martins Neves, comandante da Pol√≠cia Militar Rodovi√°ria, a conclus√£o inicial é que os dois presos eram respons√°veis pelo transporte do cigarro. Pelo que foi apurado, eles teriam sa√≠do de Maring√°-PR e seguiam para Uberl√Ęndia-MG. "Conseguimos ligar José Ant√īnio e Gilberto ao crime de contrabando, inclusive com a confiss√£o deles", informou. 

De acordo com o tenente Neves, n√£o h√° informa√ß√Ķes sobre o paradeiro do motorista do caminh√£o boiadeiro. "Apesar das buscas, n√£o o encontramos. Um inquérito ser√° instaurado pela Pol√≠cia Civil para apurar quem era o respons√°vel pela droga. Quanto aos cigarros, o caso ficar√° sob responsabilidade da Pol√≠cia Federal", destacou. Os produtos ser√£o destru√≠dos, assim que houver autoriza√ß√£o do Poder Judici√°rio.


Coment√°rios

Revista Atual