Farol

Anvisa decide banir gordura trans até 2023

A gordura trans está presente em frituras comercializadas - Marcello Casal Jr./Agência BrasilA restrição da segunda fase será aplicada até 1º de janeiro de 2023 [...]

Por Redação em 17/12/2019 às 14:46:32

A gordura trans está presente em frituras comercializadas - Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A restri√ß√£o da segunda fase ser√° aplicada até 1¬ļ de janeiro de 2023 - per√≠odo que marca o in√≠cio da terceira fase e o banimento total do ingrediente para fins de consumo. A gordura trans ainda poder√° ser usada para fins industriais, mas n√£o como ingrediente final em receitas para o consumidor.

Ácidos graxos trans

Presente principalmente em produtos industrializados, a gordura trans - ou √°cido graxo trans, na nomenclatura técnica - é usada para para eliminar odores desagrad√°veis e indesej√°veis nos produtos finais. A gordura trans est√° associada ao aumento do colesterol ruim (LDL) e degrada√ß√£o do colesterol bom (HDL).

Segundo informa a Anvisa, h√° provas concretas de que o consumo de gordura trans acima de 1% do valor energético total dos alimentos aumenta o risco de doen√ßas cardiovasculares. A ag√™ncia informou ainda que, em 2010, a média de consumo de gorduras trans pelos brasileiros em alimentos industrializados girava em torno de 1,8% - valor considerado perigoso. Segundo a Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde (OMS), a gordura trans foi respons√°vel por 11,5% das mortes por doen√ßas coron√°rias no Brasil naquele ano, o equivalente a 18.576 óbitos em decorr√™ncia do consumo excessivo do óleo.

Fonte: Agência Brasil

Coment√°rios

Revista Atual