Mulher perde dinheiro em golpe pela Internet

Golpistas usaram um esquema sofisticado para enganar a vítima e obter dinheiro

Por João Cerino em 13/07/2021 às 17:06:34

Um caso sofisticado de estelionato foi atendido pela Polícia Militar em Frutal na tarde do dia 12, por volta das 14h34, quando a vítima foi à sede da Quarta Companhia PM e contou que, há cerca de sessenta dias, conheceu via rede social um indivíduo que se autodenomina Mustafá, dizendo ser cidadão turco e que, após conversas via Messenger, passou a conversar via WhatsApp, quando disse que iria presenteá-la com uma bolsa e um aparelho de telefonia celular, sempre enviando fotos e argumentos que induziam a vítima a acreditar em tais promessas.

Após supostamente ter enviado o pacote para o Brasil, o golpista declarou para a vítima que havia mandado no interior da referida bolsa a quantia de duzentos e cinquenta mil reais, em moeda de seu país de origem e seria para a vítima comprar uma casa. Alguns dias após, uma mulher fez contato com a vítima dizendo ser funcionária de um aeroporto no Brasil e que, para que o pacote fosse enviado para a vítima, ela teria que pagar taxas de envio, no valor de R$ 3.500,00 e a vítima fez esse pagamento.

Momentos depois, um homem fez contato com a vítima dizendo ser policial federal e que o aparelho de raio-x revelou que a bolsa tinha grande volume de dinheiro em seu interior e que, para que a vítima não fosse presa e ainda pudesse receber o embrulho deveria pagar a quantia de dezesseis mil reais, pagamento que também foi efetuado pela vítima. Em seguida, o mesmo homem voltou a fazer contato com a vítima e declarou que no embrulho também haviam diamantes e que, desta vez, para que ela não fosse presa nem ficasse sem receber o referido embrulho deveria efetuar outro pagamento no valor de R$ 40.000,00.

A vítima disse que, então, contou a familiares e estes de imediato perceberam se tratar de um golpe e então a encaminharam até a unidade policial militar para realizar o registro. Os números de telefone utilizados pelos autores no golpe são +1 615 422-7663 e +91 73306 98237.

Fonte: Assessoria de Comunicação Organizacional - 4ª Cia PM Ind.

Comunicar erro