Minas ganha mais agilidade na área da saúde

Aquisição de duas aeronaves equipadas com UTI fará o atendimento exclusivo às demandas operacionais da Saúde e do Corpo de Bombeiros

Por João Cerino em 31/07/2021 às 16:00:00

Imagem - Fábio Marchetto / SES-MG

O governo de Minas Gerais adquiriu duas aeronaves para atendimento dedicado às demandas operacionais da Secretaria de Estado de Saúde-SES-MG e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais como transportes pré e inter-hospitalar de pacientes, órgãos e tecidos humanos para transplantes e distribuição de insumos de saúde, como as vacinas. O investimento foi de 7,5 milhões de dólares, adquirindo dois aviões Cessna, modelo Grand Caravan C-208 EX, que vieram equipados com kit aeromédico e, portanto, podem ser qualificados como uma UTI aérea.

Conforme destacou o secretário estadual de Saúde, Fábio Baccheretti, este é um importante reforço para o estado, que vai ajudar muito a saúde pública. "Este avião é muito moderno, um dos poucos do Brasil com essa tecnologia avançada, com capacidade de transporte de até dois pacientes deitados, assistidos por médico e enfermeiro ou com até dez passageiros a bordo".

Os aviões também serão utilizados em ações de proteção e defesa civil realizadas pelo Corpo de Bombeiros e secretaria da Saúde, dando suporte à Força Estadual de Saúde, conforme explica a major bombeiro militar, Karla Lessa Leal. "A compra dessas aeronaves teve cada detalhe pensado e especificado tecnicamente por especialistas da área. Do ponto de vista operacional, eles serão fundamentais nas operações de combate a epidemias, catástrofes e eventos graves", afirma.

Na quinta-feira, 29, a aeronave Arcanjo-09, em sua primeira missão, transportou parte das doses de vacinas contra a Covid-19 e influenza para as Unidades Regionais de Saúde do estado. O voo foi operado pelo Corpo de Bombeiros e os imunizantes distribuídos para Patos de Minas, Unaí e Teófilo Otoni.

Como estado brasileiro com o maior número de municípios, Minas Gerais apresenta o desafio de atender às necessidades de cada cidade e o Governo do Estado tem investido em ações e aquisições estratégicas que atenderão tanto às demandas urgentes relacionadas à pandemia, quanto àquelas que fazem parte da rotina dos serviços de saúde.

As duas aeronaves atenderão ao Suporte Aéreo Avançado de Vida-SAAV-MG, projeto, que compõe a rede de urgência e emergência, criado em 2012 por meio de parceria envolvendo a SES-MG, o CBMMG e Serviços de Atendimento Móvel de Urgência-Samu, visando à oferta de atendimento aeromédico com redução do tempo resposta, além de mais eficiência e qualidade dos serviços prestados aos mineiros.

Fonte: Agência Minas

Comunicar erro