Palestras focam no desenvolvimento municipal

Dois palestrantes vão oferecer informações sobre desenvolvimento para o setor do agro e do Poder Público

Por João Cerino em 19/07/2022 às 15:34:00

Acontecem neste dia 20 de julho, duas palestras promovidas pela Prefeitura de Frutal e parceiros, com temas ligados ao desenvolvimento do município. O professor e doutor José Antonio Rossato Junior estará em Frutal e vai desenvolver, a partir das 19 horas, a palestra "Agronegócio Consciente: Oportunidades para Alimentar o Mundo." O encontro acontece no Anfiteatro da UEMG Frutal e é um evento promovido pela Secretaria do Produtor Rural de Frutal.

José Antonio de Souza Rossato Júnior é formado em Agronomia pela Universidade Estadual Paulista, com pós-graduação em Entomologia Agrícola, mestrado, doutorado e MBA Executive pela Fundação Dom Cabral. Possui experiência internacional em pesquisa, pós-doutorado, experiência profissional junto a DuPont-Pioneer Seeds, professor convidado da Fundação Dom Cabral na área de agronegócio, cooperativismo e governança e na Fundação Instituto de Administração - FIA no MBA em Agronegócios e outros títulos.

DESENVOLVIMENTO

Outra palestra vai desenvolver o tema "O Papel dos Municípios na Atração de Investimentos." O evento é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Frutal e a temática vai ser apresentada pelo diretor de investimento do Invest Minas, Adriano Carvalho na sede da Acif-CDL às 20h00. Durante a explanação, ele vai apontar a conveniência de se executar uma política de ações conjuntas e coordenadas do poder Público em parceria com os empresários e envolvimento da comunidade para que possa ser desenvolvida a consolidação do município como polo econômico regional.

Adriano de Carvalho é ligado ao antigo Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais-Indi, que agora é denominada Invest Minas e defende a importância da união de todos representantes da cadeia produtiva para o desenvolvimento econômico de um município, para que eles sejam mais prósperos e não apenas dependentes de repasses ou convênios dos governos. Para ele, há um papel fundamental das entidades empresariais, que precisam se organizar e entender a sua responsabilidade. Ele defende que os municípios tenham um diferencial competitivo, por meio de benefícios tributários e outras ações que atraiam empresas.

Para ele, o município precisa criar mais do que benefícios para instalar uma empresa, mais sim oferecer condições para que ela permaneça atuando no município. Ele defende uma cidade que acolhe o investidor e também investe em qualificação de mão de obra para que seja absorvida pelo empreendimento.


Fonte: Com informações de Secom-Frutal e dados da Internet

Comunicar erro